a travessia

HEADER_ATravessiA_800x3041_v2

dia 15 e 16 de março · entrada livre · inscrição obrigatória

Todos os dias, no mundo, centenas de mulheres e meninas enfrentam uma perigosa travessia, em busca de proteção e segurança. Forçadas a deslocarem-se das suas casas por razões que não controlam (conflitos armados, violações sistemáticas de direitos humanos, perseguição, catástrofes naturais…), iniciam um percurso onde os seus direitos humanos permanecem em risco. Um grande número é menor de idade e/ou encontra-se separada da sua família.

A maioria permanece dentro das fronteiras do seu país. Mas muitas mulheres e meninas tornam-se refugiadas e requerentes de asilo, continuando a sua travessia para outros países, transpondo fronteiras letais e enfrentando duras realidades, tais como a miséria, detenção administrativa, exploração, violência de género, discriminação e redes de tráfico de seres humanos. A vitimização que sofrem no país de origem, verifica-se também nos países de trânsito e de destino, com impacto nefasto para a sua saúde física e mental.

Neste contexto, a Associação Renovar a Mouraria, no âmbito do Projeto “NO Border” encontra-se a organizar, por ocasião do dia Internacional da Mulher, assinalado a 8 de março, a iniciativa: “A Travessia – Mulheres e Meninas em Busca de Refúgio”. Esta iniciativa integra dois eventos, uma Sessão Pública no Auditório António de Almeida Santos, na Assembleia da República, no dia 15 de março e uma Conferencia Internacional que se realizará, no próximo dia 16 de março, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Lisboa.

“A Travessia” destina-se ao público em geral e pretende trazer a Lisboa, reputados oradores internacionais, contando também com a participação de decisores políticos, académicos, profissionais e técnicos, bem como de mulheres e meninas refugiadas, no nosso país. Pretende-se que este Fórum promova a partilha de boas práticas europeias relativas a esta população vulnerável, constituindo um espaço privilegiado de reflexão sobre as realidades enfrentadas por mulheres e meninas refugiadas e requerentes de asilo, com vista a apresentar propostas de solução concretas. Nesse sentido, revestirá particular significado a leitura das conclusões e recomendações deste evento, por uma mulher refugiada.

“A Travessia – Mulheres e Meninas em Busca de refúgio”, dia 15 e 16 de março, tem entrada livre. Mas a inscrição é obrigatória e limitada ao número de lugares disponíveis.

> Faça a sua inscrição (gratuita) aqui.
> Programa completo aqui.

—————————-

Relatórios e dados:
http://www.europarl.europa.eu/sides/getDoc.do?pubRef=-//EP//NONSGML+REPORT+A8-2016-0024+0+DOC+PDF+V0//PT

https://www.unhcr.org/569f8f419.html#_ga=2.71739219.1582038623.1550253160-1329794846.1544443403

https://www.unhcr.org/global-trends-2017-media

https://www.unhcr.org/5b27be547

https://nacoesunidas.org/onu-mulheres-e-criancas-sofrem-violencia-sexual-em-centros-de-refugiados-na-grecia/

Travessia_caritas_civact_Combo

barra parceiros noborder2-06